Conserva e tempero, Entrada e lanche

Confit de tomate cereja

Confit de tomate cereja

Os tomates andam lindos por aqui… Suculentos, com um colorido incrível e o melhor de tudo: com um ótimo preço! Tive que aproveitar para fazer diversas receitas e usar a montanha de tomatinhos que estava na geladeira!

Confit de tomate cereja

Este confit pode perfeitamente ser chamado de “conserva de tomate”, mas achei o nome original bem charmoso… É uma forma de cozinhar os alimentos lentamente em óleo ou azeite, em temperaturas baixas. O diferencial fica por conta dos temperos que são adicionados. Use ervas frescas, elas fazem toda a diferença! O confit fica melhor no dia seguinte, quando o sabor fica mais acentuado. Ou seja, faça com um pouco de antecedência.

Confit de tomate cereja

Aproveite e prepare uma quantidade razoável: ele é tão gostoso que um vidrinho não dura nadinha… Fica perfeito como entrada acompanhado de queijos, sobre fatias de pão, ou então, junto com macarrão ou na salada.

Confit de tomate cereja

Confit de tomate cereja

Porções: 1 vidro

Ingredientes

  • 350 g de tomates cereja
  • 3 dentes de alho inteiros e com casca
  • Ramos de tomilho fresco
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1/4 xícara de açúcar demerara
  • 1/2 xícara de azeite de oliva

Modo de fazer

  • Preaqueça o forno (160°C).
  • Coloque os tomates lavados em uma travessa refratária, em uma só camada (não sobreponha). Junte os dentes de alho com a casca e os ramos de tomilho. Tempere com sal e o açúcar, e regue com o azeite.
  • Leve ao forno por 40-45 minutos, mexendo de vez em quando.
  • Retire do forno e espere esfriar. Transfira para um vidro com tampa.
  • Guarde na geladeira.

5 comentários sobre “Confit de tomate cereja”

  1. Debora Elyodora disse:

    Fiz essa receita e ficou maravilhosa… como todas as suas receitas alias… obrigada por esse blog lindo ❤️

  2. Ana Paula Portilho disse:

    Monica, adoro esta receita! E olha a coincidência…procurei um dia na internet, via a sua, achei que era a mais bonita e só depois percebi que era vc, a a mãe da Teph!!!! Sou a mãe do Eduardo Cotta! Já fiz esta sua receita umas 1000 vezes! Amo! Obrigada e beijos

    1. Olá Ana! Que delicia saber que a receita faz sucesso aí na sua casa!!! Beijos

  3. Sidia disse:

    Olá
    Gostaria de saber a durabilidade …
    Muito Grata!

    1. Monica disse:

      Olá! Guarde na geladeira. Em um pote esterilizado e hermeticamente fechado já guardei por até 1 mês, mas depois de aberto consuma em até 1 semana. Bom apetite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *