Doce e sobremesa, Entrada e lanche

Manteiga de amêndoa

Manteiga de amêndoa

A receita de hoje não chega a ser uma receita de fato… Eu explico: ela é tão simples, que poderia ser considerada um pré-preparo para outras receitas. Mas tenho recebido tantas mensagens me pedindo dicas para fazer as manteigas de oleaginosas em casa, que resolvi deixar um post aqui mostrando como eu faço.

Antes de começar é importante dizer que, apesar de encontrarmos muitas manteigas de oleaginosas por aí prontinhas para consumo, nem todas são puras como as feitas em casa. Se você pegar as embalagens vai ver que muitas tem o acréscimo de (muito) açúcar, (muito) óleo e talvez até outros ingredientes não muito saudáveis. Pode dar um trabalhinho a mais, mas vale a pena fazer a sua em casa.

Manteiga de amêndoa

Costumo fazer 1 xícara de cada vez, e com certeza uso a minha enquanto ela ainda está bem fresquinha. O meu processador também não é muito potente, e por isso fico com receio de fazer grandes quantidades de uma só vez. Aliás, uma dica importantíssima é, ao sentir que o seu processador está esquentando ou começando a cheirar queimado, desligar e esperar alguns minutinhos antes de continuar.

Gosto de comprar as minhas oleaginosas a granel. Além de ser bem mais barato, dá para ver se elas estão fresquinhas (eu sempre peço para provar!). As possibilidades são inúmeras: além dos amendoins e das amêndoas, você pode fazer as manteigas de castanha do Pará, castanha de caju, nozes, macadâmias, avelãs, pistache e até de sementes como as de girassol ou de abóbora.

No caso das oleaginosas, aquece-las um pouquinho no forno antes de processar, ajuda a liberar seus óleos naturais. O sabor e aroma ficam mais pronunciados e você pode notar que ela vai ficar um pouco mais cremosa. No entanto, se a sua manteiga ficar um pouco seca e formar uma massa grossa, acrescente um fio de óleo vegetal (eu gosto de usar o de coco) até que ela fique mais macia.

Manteiga de amêndoa

Prefiro guardar as minhas manteigas em temperatura ambiente porque sua textura é bem mais macia. Quando elas são colocadas na geladeira ficam duras e é necessário tirar um pouco antes de usar e deixar em temperatura ambiente. Um bom motivo para fazer pequenas quantidades de cada vez!

As manteigas podem ser personalizadas, acrescentando um pouquinho de açúcar ou melado, especiarias (canela em pó, gengibre em pó, cardamomo, noz moscada), uma pitada de sal (ou flor do sal) e até cacau.  Sem nenhuma adição, elas são ingredientes básicos para biscoitos, sobremesas, sucos, smoothies, barrinhas e até molhos de salada.

Manteiga de amêndoa

Imprimir

Manteiga de amêndoa

Rendimento 1 vidro pequeno

Ingredientes

  • 1 xícara de amêndoas sem pele
  • 1 colher (sopa) de óleo vegetal (se necessário)

Modo de fazer

  1. Preaqueça o forno (160°C). 

  2. Coloque as amêndoas em uma assadeira, em uma só camada. Leve ao forno por uns 10 minutos, mexendo na metade do tempo.

  3. Transfira para o processador. Bata até ficar cremoso, desligando e raspando as laterais do processador sempre que necessário. Pode demorar de 10 a 15 minutos, dependendo da potência do processador.

  4. Se ficar muito seco, adicione um pouco de óleo, até ficar cremoso.

  5. Guarde em temperatura ambiente em vidro fechado por até 1 ou 2 semanas. Na geladeira ele dura mais tempo, mas é preciso retirar um pouco antes de usar para ficar mais cremoso.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *