Polenta com tempeh e shitake

Períodos de mudança trazem desafios, novidades e, no meu caso, também deliciosos reencontros! Voltar para São Paulo depois de quase cinco anos me reaproximou de velhos amigos e lugares queridos, o que tem sido muito especial em um momento tão delicado.

Enquanto me recuperava da quimioterapia, recebi visitas e o muito carinho. Também tive finais de semana pra lá de tranquilos no interior, no sítio onde mora meu pai. Foi um mergulho para dentro de mim mesma, relembrando momentos especiais com minha mãe e toda infância da minha filha passados nesse oásis de paz e verde!

Polenta com tempeh e shitake

Na semana de Natal e Ano Novo me inspirei com o lugar e fui para a cozinha preparar alguns dos pratos preferidos da família. Foram momentos bem especiais porque não fiz nada sozinha: além de receber ajuda, me diverti com a agitação na cozinha! Acabei até testando algumas receitas novas que aguardavam uma oportunidade para saírem do papel…

Foi o caso desta polenta com tempeh e shitake. Encontrei com o pessoal da Mun assim que cheguei em São Paulo e pude fazer um pequeno estoque de tempeh (um dos meus ingredientes preferidos!). Fiz com shitake desidratado, mas já imagino repetir com cogumelos frescos (algo que em São Luís era bem caro e difícil de ser encontrado!).

A cirurgia (mastectomia com retirada de todos os linfonodos) aconteceu no início de janeiro. Correu tudo bem e já comecei a fisioterapia para recuperar todos os movimentos do braço. Agradeço a todas as mensagens de carinho e incentivo que recebi. Estão sendo muito importantes na recuperação!

Polenta com tempeh e shitake

Polenta com tempeh e shitake

Ingredientes

Marinada

  • ½ xícara de shoyu
  • 2 folhas de louro
  • 1 pedaço de gengibre fresco ralado (com uns 3 cm)
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 1 bloco de tempeh (usei um com 275g)
  • Ervas frescas (usei raminhos de tomilho)
  • 1 colher (sopa) de mostarda de Dijon (ou mostarda em grãos)
  • 2 colheres (sopa) de vinagre balsâmico

Polenta

  • 1 xícara de polenta
  • 4 xícaras de caldo de legumes
  • ½ colher (chá) de sal

Molho

  • ½ xícara de araruta (ou amido de milho)
  • Azeite de oliva
  • Líquido da marinada
  • ½ xícara de vinho tinto
  • ½ xícara de suco de laranja
  • 1 bandeja de cogumelos shitake (usei um pacotinho de cogumelos desidratados)
  • Salsa fresca picada, para polvilhar

Modo de fazer

  • Corte o tempeh em pedaços. Junte os ingredientes da marinada em uma travessa de vidro ou cerâmica e misture bem. Coloque os pedaços de tempeh na marinada, cubra e reserve por 1 a 2 horas, virando na metade do tempo. 
  • Retire o tempeh da marinada e seque em papel absorvente. Coloque a araruta em um prato fundo e passe os pedaços de tempeh até que estejam envolvidos em todos os lados.
  • Aqueça uma frigideira funda anti aderente, coloque um pouco de azeite de oliva e frite os pedaços de tempeh até que estejam dourados. Retire o tempeh da frigideira e reserve em local aquecido.
  • Prepare a polenta de acordo com as instruções da embalagem, ou junte os ingredientes em uma panela e leve ao fogo mexendo, até que engrosse. Transfira para uma travessa e reserve em local aquecido.
  • Coloque o líquido da marinada na frigideira com o vinho, o suco de laranja e 1 colher de sopa de araruta. Misture bem e volte ao fogo até começar a engrossar. Junte os cogumelos, o tempeh e cozinhe por alguns minutos envolvendo com o molho.
  • Sirva o molho sobre a polenta, polvilhado com a salsa fresca picada.
Polenta com tempeh e shitake

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários

  1. Edilene Barbosa says:

    Que saudades estava de suas histórias e receitas. E quão maravilhoso saber que está cercada pela família e amigos. Que a paz e a graça do Senhor estejam ainda mais presente nesse momento,que esse novo ano e novos ares lhe tragam saúde e muita alegria pra dividir conosco através de suas doces histórias. Fique com Deus amada,continuo orando por ti.

  2. Boa noite, Mônica!
    Estava aguardando ansiosa uma postagem sua!
    Sempre que passava, trombava com a aveia dorminhoca! Rsrsrs
    Assim como as receitas, aprecio as histórias que as acompanham.
    Obrigada! 😉

Close
© 2022 - Santo Legume
Close