Pesto de manjericão

O pesto de manjericão é um molho frio, uma receita italiana típica de Gênova (por isso muitos o conhecem como Pesto Genovês). Fica ótimo como acompanhamento de diversas saladas, em sanduíches, com torradinhas, ou junto com um macarrão. Neste último caso, use um macarrão curto e de preferência do tipo que “segure” o molho (como o parafuso). Enquanto o macarrão cozinha, prepare o pesto.

Pesto de manjericão

Algumas dicas: no liquidificador acho um pouco mais difícil processar tudo, pois você precisa ficar desligando e abrindo o copo para juntar os ingredientes que ficam todos grudados na lateral… Para fazer o pesto sem muito abre e fecha a tampa, o processador é um ótimo aliado! Também gosto de misturar salsa com o manjericão para que o sabor fique um pouco menos pronunciado. Outras opções interessantes (que eu já testei) são a rúcula, rúcula com salsa ou o coentro.

Pesto de manjericão

Como esta é uma versão vegana de pesto, não usei o queijo parmesão utilizado na receita tradicional. Mas garanto que não fez falta! Como o pinhole é um ingrediente caro e bem raro aqui no Brasil, você pode usar as oleaginosas que tiver na sua região (nozes, pecans, castanha de caju ou do Pará). Uma das melhores experiências que tive ao fazer o molho pesto foi usar o nibs de cacau salgado: um sabor único e com o toque do cacau (que eu amo!).

Para que o pesto oxide menos, recomendo pingar um pouco de suco de limão quando estiver processando tudo. Caso fique muito seco, coloque um pouco de água.


Pesto de manjericão

Porções 1 xícara
Tempo total 30 mins

Ingredientes

  • 1 dente de alho
  • ¼ xícara de castanha de caju, castanha do Pará ou nozes
  • 1 xícara de folhas de manjericão
  • ½ xícara de folhas de salsa
  • ¼ xícara de azeite de oliva (escolha um bom azeite)
  • Sal a gosto
  • Gotas de suco de limão (opcional)

Modo de fazer

  • Coloque as folhas de manjericão e salsa, lavadas e secas, no processador e junte o alho e as castanhas (ou nozes). Processe tudo até virar uma farofa grossa.
  • Acrescente o azeite aos poucos e volte a processar até que vire uma pasta.
  • Tempere com sal a gosto e pulse algumas vezes somente para incorporar.
  • O pesto fica mais gostoso se tiver alguns pedaços, não processe demais. Acrescentar um pouco de suco de limão diminui a oxidação.

Notas

Guarde em vidro tampado na geladeira por até 1 semana.
Nibs de cacau salgado
Nibs de cacau salgado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe dos comentários

  1. Roberto Rotta says:

    Fiz e ficou ótimo, parabéns e obrigado

  2. Maria dos Prazeres says:

    Amei. Obrigada!

  3. Grata pela receita! Não imaginava a possibilidade de não incluirmos o queijo parmesão.
    Ficou ótimo!

    1. Fica tão bom quanto o com parmesão, não é mesmo? Que bom que gostou!

  4. pode-se congelar o molho pesto para ser adicionado à molho de tomate?

    1. Olá Joana! Não gosto de congelar porque o manjericão perde o sabor

  5. valmir Dos Santos Félix says:

    Muito bom.

Close
© 2021 - Santo Legume
Close